Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PROTEU



Quarta-feira, 30.09.09

Estio

Fim de Setembro, o Outono já chegado, mas o calor de Verão teima em cá continuar. É como se esta estação não quisesse partir, dar o lugar às manhãs e fins de tarde frescos e húmidos. 
O calor de Verão chama-me para a rua, para a viagem, para a descoberta dos espaços. Tenho sempre vontade de me fazer à estrada e ver as paisagens do estio. 
Lembro-me de, há muitos anos, em dias de calor sufocante andar pelas planícies alentejanas ao som do canto das cigarras, enquanto me perdia naquela paisagem que parece não ter fim Ali o horizonte parece sempre tão longínquo!
Tenho saudades desses dias de Verão. Desses dias despreocupados, em que a única coisa que me interessava verdadeiramente era a descoberta de paisagens e espaços diferentes. O país parecia tão grande, tão imenso. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 17:45

Quarta-feira, 30.09.09

A Ameaça do Patrão dos Patrões

Francisco Van Zeller, patrão dos patrões portugueses, veio ontem e terreiro pressionar o PS para que se alie com a direita e esqueça os partidos da esquerda parlamentar. Ele foi bem claro ao afirmar que os empresários e industriais não tolerariam que o Governo negoceie ou com o PCP ou com o BE. Aliás, tal qual menino mimado, avisou logo com a sua birrinha: se o PS acordar políticas económicas com a esquerda os empresários não investem em Portugal. Lindo! Magnifico! Chantagem pura e dura. Este senhor faz lembrar aquelas criancinhas que quando jogam à bola, e a bola é sua, só aceitam que as suas regras prevaleçam. Se os outros não gostarem, viram as costas e vão se embora com a bola debaixo do braço. Eles não jogam mas, caramba, os outros também não!
Estas apreciações deliciosas de Van Zeller merecem-me três comentários fundamentais:
  1. Em democracia e desde que se aceite as regras do jogo, todos são iguais, sejam eles de esquerda ou de direita. Não há uns mais iguais que outros;
  2. Os senhores empresários não detêm, nem de perto nem de longe, o exclusivo da definição das regras do jogo económico, muito menos das soluções para a crise económica actual;
  3. Van Zeller deve lembrar-se sempre que se hoje estamos perante uma crise económica de dimensões épicas, o devemos a empresários como ele, que perfilhavam igualmente a ideia de que o mercado deve funcionar a belo prazer dos agentes económicos com mais poder;

 

Em resumo, o que este ele gostava era de ver regressar aqueles belos tempos em que os senhores patrões dispunham dos seus empregados a seu belo prazer e de acordo com as suas regras e necessidades (por mais loucas que estas fossem). Ele esquece-se que o tempo não pára e que, talvez, a maior conquista da humanidade tenha sido o desenvolvimento do conceito de Ser Humano e humanidade, com uma dignidade impar e inquestionável. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 17:30

Segunda-feira, 28.09.09

Eleições Legislativas

Algumas notas sobre os resultados das eleições legislativas de ontem e uma pequena conclusão:
Notas

  1. O Partido Socialista (PS) ganhou as eleições, sem maioria absoluta;
  2. O PS perdeu mais de meio milhão de votos em relação às últimas legislativas o equivalente a uma redução superior a 8%;
  3. O PS elege menos deputados;
  4. O Partido Social Democrata (PSD) perdeu-as, ficando em segundo lugar com menos 7,5% dos votos que o PS, mas conseguindo ainda assim eleger mais deputados que nas últimas legislativas;
  5. CDS, BE e CDU todos subiram o número de votos e de deputados leitos;
  6. O CDS tornou-se a terceira força partidária do país;
  7. O BE duplica o número de votos e deputados eleitos, sendo o partido que mais cresce nestas eleições;
  8. Há, neste país, 63,4% de eleitores portugueses que, expressamente e indubitavelmente, não subscrevem a acção e propostas políticas do PS e, em particular, de José Sócrates.

Pequena Conclusão
O estilo arrogante e autoritário do governo que agora irá cessar funções e do seu iluminado líder, ontem perdeu em toda a linha e isso implicará seguramente uma necessária reflexão por parte dos responsáveis partidários ligados ao governo. Sim, porque o mandato que os eleitores portugueses entregaram ao PS não é um cheque em branco, mas antes uma liberdade muito, mas mesmo muito vigiada por 63,4% de nós. É chegada a hora dos políticos socialistas e em particular do seu líder, mostrarem que são genuinamente capazes de negociar, estabelecer acordos, ceder quando necessário, aceitarem que muitas das vezes não têm razão e que outros a têm, tudo isto para construir um pais melhor e mais justo. E já agora não se esqueçam que querer a colaboração dos outros não significa esperar deles a concordância constante e completa, mas antes aceitar que eles também podem ter ideias e propostas diferentes e que isso não as torna inferiores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 13:15

Quinta-feira, 24.09.09

Puro Prazer!

 Guitarra na sua versão mais pura. São cinco minutos e picos de puro virtuosismo. É ver até ao fim.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 23:24

Quinta-feira, 24.09.09

Que Maldade Senhor Presidente - A Sobrevivência Política de Cavaco

Cavaco Silva foi muito mauzinho para Manuela Ferreira Leite ao demitir o seu assessor. Que maldade senhor presidente.
Não deixa de ser intrigante as últimas atitudes de Cavaco Silva no rescaldo do caso das aparentes escutas. Primeiro, afirma que não é esta a melhor altura para falar, como forma de não perturbar a campanha eleitoral. Compreende-se a opção. Depois resolve demitir o seu colaborador, que aparentemente estaria no centro da confusão. Ele lá falar não fala, mas provoca ainda mais bagunça calado. 
É de facto intrigante esta atitude, uma vez que o partido que acaba por ficar mais fragilizado é o seu PSD. No entanto tem lógica. A lógica da sua sobrevivência política. 
Num futuro muito próximo Cavaco irá tentar ser reeleito para a presidência da república. Para isso necessita e muito dum quadro político que lhe seja mais favorável, se não corre o sério risco de ser o primeiro presidente a não conseguir a sua reeleição. 
É interessante pensarmos um pouco no quadro político que poderá ser mais favorável ao actual presidente. Há uma grande tradição política em Portugal que indica que os portugueses não gostam de pôr os ovos todos no mesmo cesto. Ora segundo essa lógica os portugueses elegeriam mais facilmente Cavaco se o governo fosse de esquerda, do que se fosse a direita a governar. Assim, interessará muito mais ao actual presidente que o PS ganhe as eleições, sem maioria absoluta claro, deixando a direita semi órfã duma liderança que ele possa encarnar e assumir no momento da sua recandidatura à presidência. 
É por isso que na cabeça de Manuela Ferreira Leite só deve ecoar um desabafo: “Que maldade senhor presidente”.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 17:00

Quinta-feira, 24.09.09

Mais do Mesmo!

Tive hoje acesso às respostas a um questionário feito aos partidos com representação parlamentar sobre educação, organização do sistema educativo e profissionalidade docente. 
Depois de ler atentamente a avaliação feita aos últimos quatro anos e, acima de tudo, as propostas para a próxima legislatura acabaram-se-me as ilusões com o Partido Socialista. Se alguém tiver qualquer dúvida com o que ainda está para vir basta ler as respostas do representante do PS. Vai continuar a brincadeira, o facilitismo levado ao extremo nas nossas escolas, com os alunos a terem que passar de ano, tenham ou não trabalhado para isso. Os professores continuarão a ser olhados como se fossem um monte de mentecaptos, sem direitos e carregados de deveres (por mais absurdos que alguns destes sejam), e tratados como se carregassem às suas costas as culpas por todos os males do mundo. É o que dá entregar a gestão da escola pública nas mãos de um bando de curiosos que sobre estas matérias tem uma vaga ideia e muitas invejas pessoais e atitudes que apenas a psicanálise poderá eventualmente explicar.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 17:00

Quarta-feira, 23.09.09

Coincidências... pois claro!

"Três membros do Conselho Superior da Magistratura (CSM) nomeados pelo PS levantaram dúvidas sobre a avaliação de ‘Muito Bom’ atribuída ao juiz Rui Teixeira, que esteve à frente do caso de pedofilia da Casa Pia, e a nota está suspensa até que chegue ao fim o processo da indemnização reclamada ao Estado pelo ex-arguido Paulo Pedroso." (In: CM online)

 

Rui Teixeira, ... Casa Pia,... Paulo Pedroso,... juízes indicados pelo PS, avaliação do juiz suspensa.! Hum... hum... não sei... talvez... não,... humm,... é coincidência claro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 17:45

Quarta-feira, 23.09.09

Realpolitik - parte II

 Na eleição para secretário geral da UNESCO o governo português votou derrotado. Afinal Deus ainda existe! Cool!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 17:45

Quarta-feira, 23.09.09

Vítor Baptista - Por favor alguém pare essa alminha.

 Duarte Gomes, esse génio incompreendido do apito nacional foi nomeado para arbitrar o jogo entre o F. C. Porto e o Sporting. Magnifico. Mais uma pérola dessa alminha desgovernada que dá pelo nome de Vítor Pereira. Aquilo anda em roda livre, sem rei nem roque. 

O futebol nacional, ao nível da suas estruturas organizativas, bateu definitivamente no fundo. Valha-nos os jogadores e seus técnicos, que ainda são a única coisa que vale  pena no futebol português. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 00:44

Terça-feira, 22.09.09

Realpolitik!

 Nas eleições para secretario geral da UNESCO Manuel Maria Carrilho decidiu "não votar em Hosny, um político acusado de praticar abertamente a censura no seu país, e que ainda recentemente afirmou que queimaria pessoalmente todos os livros israelitas que encontrasse na Biblioteca de Alexandria" (in Publico online).

No entanto, o nosso ilustre e iluminado governo resolveu enviar um outro lacaio, perdão, diplomata, para votar nessa sinistra figura egípcia. Nada mal. A Realpolitik em todo o seu esplendor. Luís Amado, grande discípulo do conceito de realpolitik iniciado por Henry Kissinger nos EUA, durante o consulado desse paladino da democracia chamado Nixon, decidiu mandar à fava essa treta dos direitos humanos e liberdade de expressão, aparentemente como moeda de troca por um lugarzito para Portugal no Conselho de Segurança da ONU. E é gente desta que se recusa a ouvir falar de asfixia democrática?! Isso para eles parecem ser meros pormenores insignificantes. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 17:47

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930