Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PROTEU



Sábado, 05.05.07

Oração

“Papa defende regresso do Latim às missas.
Bento XVI abre portas aos católicos conservadores banidos pelo seu antecessor.”

 

Meus bom Deus, que mal fizemos nós, pobres cristãos, para merecer esta cruz que nos enviaste em forma de papa!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 18:01

Sábado, 05.05.07

O Fim Do Caos!

A actual situação na Câmara Municipal de Lisboa, seria anedótica se não se revestisse de contornos de particular gravidade para a população de Lisboa. Durante os últimos quatro anos andaram a brincar com o erário municipal, com a qualidade de vida dos lisboetas, com fornecedores e empregados, levando aquela casa a uma situação de quase falência técnica. Quer me parecer que se a CML fosse uma qualquer empresa privada, já tinha sido pedida a sua falência nos tribunais e a consequente nomeação dum administrador judicial para tratar do resto.

Que dizer da, quase orgíaca, imoral e tresloucada invasão de assessores e adjuntos, em quantidades industriais, vindos sabe Deus de onde, sem qualquer relevância especial que não seja a de serem apenas amigos de alguém e pagos a peso de ouro?

Que dizer do caos continuado na cidade, onde não existe qualquer tipo de lógica estruturada e consistente que sustente a intervenção na gestão urbanística?

Que dizer das pouco claras relações entre a actual gestão e muitos promotores imobiliários e construtores e que levaram a justiça a ter que intervir? Basta atentar nos caos onde interveio Fontão de Carvalho e Gabriela Sara. Como se podem explicar negócios como aqueles que envolvem a Braga Parques, sem se pensar logo em polícia?

Que dizer da quase criminosa gestão da EPUL, que definitivamente não passa de uma empresa para dar trabalho aos amigos de sempre? Agora até há dirigentes com contratos vitalícios para funções de direcção.

Que dizer do verdadeiro circo em que se tornou a relação entre a CML e a GEBALIS, tornando esta numa empresa quase sem rei nem roque?

Que dizer do esgotamento dos recursos em todos os sectores da autarquia e que leva a que, muitas vezes, se recebam respostas evasivas ou negativas quando se solicita a intervenção dos serviços municipais nas estruturas físicas da educação na cidade?

Que dizer do estranho desaparecimento do dinheiro que o Estado transferiu para as contas da autarquia, depois do Verão e que se destinava a pagar as Actividades de Enriquecimento Curricular nas escolas do primeiro ciclo. Até esta data ainda não pagaram um cêntimo às empresas que colocam os professores para estas actividades.

Que dizer do atraso sistemático no pagamento de horas extraordinárias aos funcionários municipais?

Que dizer do facto dos responsáveis municipais estarem a pensar recorrer ao crédito para obterem as verbas necessárias ao pagamento dos subsídios de férias aos funcionários?

Como devem estar assustados todos aqueles amigos e amigas que neste últimos anos tomaram de assalto a casa da capital, pois os seus tachos podem estar a chegar ao fim.

Basta! Chega de brincadeiras! Se estes senhores quiserem continuara brincar, então que brinquem com o seu próprio dinheiro e não à custa dos recursos dos lisboetas.

Chegou a hora de nós, os homens e mulheres de Lisboa, tomarmos o nosso próprio destino nas nossas mãos. É chegada finalmente a nossa hora!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 12:31


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2007

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031