Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PROTEU



Domingo, 23.01.05

Serviço Público e a Campanha

A RTP, alvo de um recente arranjo cirúrgico por parte do governo na sua direcção, começou definitivamente a colocar-se na cobertura da campanha eleitoral. Hoje, domingo, foi esclarecedor o seu alinhamento. O telejornal começou às 20 horas certas com notícias sobre actos públicos de Santana Lopes, que já deixou de ser primeiro-ministro e passou claramente a ser apenas e só candidato a esse cargo. Depois reportagens de actos de campanha de elementos do PSD (entre eles Marcelo Rebelo de Sousa). Quanto tempo de cobertura noticiosa? Nove minutos completos! NOVE!
Depois cobertura da campanha do PS e de Sócrates. Começa com a falta de energia nos microfones do líder dos socialistas. Reforça-se esse acontecimento de importância transcendente para a qualidade de vida dos portugueses. Depois mais alguns momentos das acções politicas do Partido Socialista. Quanto tempo de cobertura noticiosa? Dois minutos completos! DOIS!
Resumindo, o PSD e o PP dispuseram de muito mais tempo de noticias (claramente favoráveis) que o total dos partidos da oposição. Viva o serviço público à mergulhador, isto é, à Morais Sarmento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por M Bento às 21:58



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2005

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031